História do fusca

Fusca: história do carro que conquistou o coração dos brasileiros

Provavelmente você ou alguém da sua família já teve um Fusca, uma vez na vida. O carro que iniciou a Volkswagen foi um dos mais populares no Brasil e marcou época nos anos de 1950. Ano em que o veículo começou a ser produzido no país.

Mas a história Fusca começou anos antes, por volta de 1933, na Alemanha. A ideia foi de Ferdinand Porsche, que veio a ser um dos maiores engenheiros automotivos da história. Porém, na época, o criador não tinha dinheiro para a produção em massa do fusca. Entretanto, o governo alemão, com Adolf  Hitler como entusiasta do projeto, se dispôs a investir para a fabricação de três protótipos, porém com algumas exigências, entre elas: capacidade para dois adultos e três crianças, potência para velocidade média de 100 km/h, melhor consumo de combustível, refrigeração a ar e um preço acessível para os trabalhadores.

 Lançamento do fusca

O veículo foi lançado em 1935, com todas exigências cumpridas. Ele podia ser comprado por quase todos, ao preço de 990 marcos. Equipado com motor refrigerado a ar, sistema elétrico de seis volts, câmbio seco de quatro marchas. Enfim, várias inovações que faziam com que o Fusca, chamado de Volkswagen Sedan na época, fosse um carro diferente e moderno na época.

 

História do Fusca no Brasil

 O Fusca começou a ser vendido no Brasil em 1950. O carro vinha desmontado da Alemanha e não era montado pela Volkswagen, que ainda não tinha sede no Brasil. A empresa responsável pela montagem era a Brasmotor.

No ano de 1953 o Fusca deixou de ser montado pela Brasmotor e a Volkswagen assumiu a montagem do carro no Brasil, com peças vindas da Alemanha.

No dia 3 de janeiro de 1959, foi iniciada a produção do Volkswagen Fusca no Brasil, sendo fabricado com peças nacionais em um galpão alugado no bairro do Ipiranga, em São Paulo.

Em 1965 foi o lançado o modelo com teto-solar, que ficou conhecido como “Cornowagen”. Mas o acessório logo foi rejeitado e parado de fabricar.

Várias mudanças mecânicas e de estilo foram feitas ao longo dos anos no veículo que se tornou o queridinho dos brasileiros. Mas uma curiosidade que talvez você não saiba é que mesmo sendo o segundo carro mais vendido na época, em 1986, a Volkswagen parou de fabricar o Fusca, alegando que era um modelo obsoleto. Porém em 1993, a fábrica retorna com a fabricação do veículo.

Já em 1996 a Volkswagen deixou de produzir o Fusca definitivamente no Brasil. Para dizer adeus ao carro, a empresa fabricou uma série especial chamada de Série Ouro. Nesse período, foram produzidos, no Brasil, cerca de, 42.000 exemplares.

Até hoje, muitos brasileiros, principalmente os apaixonados por carros antigos, são fãs do modelo. Os fãs organizam eventos como exposições, desfiles, entre outros, celebrando o que eles possuem em comum: o gosto pelo Fusca. Até mesmo fã-clubes podem ser encontrados facilmente na internet. E você gosta do fusquinha?

 

 

Geyssica Reis

Geyssica Reis

Assessora de Comunicação

Nossas Redes Sociais:

Mais Postagens

motocicleta

Freios das motos: cuidados necessários

Os freios são itens de grande importância para qualquer veículo. a importância deles nas motocicletas não é diferente. Estar atento ao funcionamento dos seus freios

Precisa de ajuda?