Opala

Opala: primeiro carro da GM produzido no Brasil

Já falamos aqui no blog da história do Fusca, do Chevette e do Itamaraty Executivo que marcaram época aqui no Brasil. Hoje falaremos de mais um carro que também teve muita importância na história dos veículos no país: o Opala.

O Chevrolet Opala foi um modelo de automóvel fabricado pela  General Motors do Brasil. Foi o primeiro automóvel de passeio fabricado pela montadora no país, tendo sido produzido de 1968 a 1992.

O Opala foi apresentado ao público brasileiro no Salão do Automóvel de 1968. A carroceria do modelo da General Motors foi inspirada no alemão Opel Rekord, mas com estilo e com mecânica americana. Em um curto período de vendas, houve grande aceitação pelo público, tornando-se um modelo consagrado.

Até o lançamento do modelo, a GM tinha apenas em seu line-up, picapes, utilitários e caminhões, mas no governo de Juscelino Kubitschek, houve incentivo para que a marca produzisse outros modelos.

A origem do nome do carroveio de dois motivos. Um deles é que foi a junção do nome Opel- modelo alemão que serviu de base para o carro e Impala- modelo americano em que o novo GM que emprestou os motores e transmissões.

O outro motivo é a pedra preciosa que se chama Opala. Um minério quando exposto a luz reflete inúmeras cores.

A primeira versão do Opala, vinha na carroceria sedã de quatro portas, com versões Standart e Luxo. Com espaço interno para seis ocupantes, o conforto era algo que chamava a atenção.

Já na mecânica, os motores de origem americana, na época, não eram os mais modernos, mas apresentavam força bruta e robustez.

Modelos do Opala

  • Standard / Especial
  • Luxo
  • Gran Luxo
  • Opala SS
  • Caravan
  • Comodoro
  • Diplomata
  • Caravan Comodoro

Omega: sucessor do Opala

Em 1992, com muitos modelos do mercado externo importado, o Opala caiu consideravelmente nas vendas e deixou de ser fabricado. Mas a GM lançou o Omega, um sucessor do Opala.

O novo modelo foi fabricado no Brasil de 1992 a 1998. O carro ofertava tecnologias, conforto e motores que chamavam a atenção. Inclusive ganhou diversos prêmios.

Já em 1999 até 2005, o modelo era importado, o que deixou o modelo mais refinado e consequentemente mais caro. Sua última aparição em 2012, com a versão especial Fittipaldi, o Omega conseguiu sem dúvida ser um sucessor a altura do veterano Opala.

 

Geyssica Reis

Geyssica Reis

Assessora de Comunicação

Nossas Redes Sociais:

Mais Postagens

motocicleta

Freios das motos: cuidados necessários

Os freios são itens de grande importância para qualquer veículo. a importância deles nas motocicletas não é diferente. Estar atento ao funcionamento dos seus freios

Open chat
Precisa de ajuda?