pneus

Pneus: quais os principais cuidados?

Cuidar dos pneus dos carros é algo imprescindível para a dirigibilidade do carro e segurança do motorista. Realizar manutenção preventiva, praticar alguns hábitos e estar atento ao desgaste deles pode fazer muita diferença na vida útil dos pneus.

Momento correto da troca dos pneus

Os pneus contam com uma marca na banda de rodagem, chamada TWI (Tread Wear Indicators, em Inglês). É uma saliência medindo 1,6 mm de altura, localizada no sulco do pneu. Para facilitar que o condutor a encontre, as fabricantes costumam utilizar algum símbolo na lateral, como um triângulo, a sigla TWI ou um logo. Se a borracha do pneu estiver tão desgastada que esteja próxima da altura do marcador, é sinal de que está na hora de trocar o pneu.

Outra maneira de verificar é inserindo uma moeda de R$ 1 no sulco do pneu. Se a parte dourada ficar coberta, então a profundidade é suficiente. Caso isso não aconteça, os pneus estão desgastados.

Calibragem dos pneus

A recomendação é calibrar os pneus toda semana ou, no máximo, a cada 15 dias. Você deve fazer isso sempre com o carro frio, ou seja, o ideal é assim que sair de casa. Com a temperatura mais alta o ar do pneu se expande e pode tornar a leitura da pressão incorreta.

A pressão correta da calibragem deve ser seguida pelo manual de fabricação do veículo. É importante não esquecer da calibragem do estepe também.

Balanceamento, alinhamento e rodízio

Um carro alinhado e balanceado tem melhor comportamento dinâmico, o que preserva a vida útil dos pneus.

O balanceamento é importante no processo de para garantir a vida útil dos pneus. Quando realizado ele também interfere na estabilidade. Ele deve ser feito a cada 10.000 km rodados ou se o condutor perceber vibrações no volante.

O alinhamento evita o desgaste irregular dos pneus, por isso, deve ser feito sempre que o motorista notar que o veículo está puxando para um lado ou a cada 10.000 km rodados.

Para fazer o rodízio é importante consultar o manual de fabricação do veículo. Mas a lógica é que nos veículos com tração dianteira, os pneus dianteiros devem ser colocados no eixo traseiro no mesmo lado em que se encontram. Já os traseiros irão para a dianteira cruzados.

Nos modelos com tração traseira, o processo é invertido, cruzando os lados dos pneus dianteiros e os de trás vão para o eixo da frente em linha reta.

Por fim, em carros 4×4, a recomendação e fazer o rodízio em “x”, cruzando todos os pneus.

Após o rodizio deve ser feito o balanceamento.

 

Geyssica Reis

Geyssica Reis

Assessora de Comunicação

Nossas Redes Sociais:

Mais Postagens

motocicleta

Freios das motos: cuidados necessários

Os freios são itens de grande importância para qualquer veículo. a importância deles nas motocicletas não é diferente. Estar atento ao funcionamento dos seus freios

Open chat
Precisa de ajuda?